Header Ads

PRESIDENTE DO SCHALKE SUSPENSO TRÊS MESES… PELO PRÓPRIO CLUBE


Envolvido em polémica após declarações consideradas racistas, Clemens Tonnies, presidente do Schalke, foi suspenso pelo Conselho Honorário do clube.


«Depois de várias horas de reunião, o Conselho concluiu que as alegações de racismo feitas contra o presidente do Schalke, Clemens Tonnies, não têm fundamento. No entanto, as alegações de violar a política do clube e os princípios da não-discriminação estatuária são justificados. Ele reconheceu essa violação na reunião, expressou, uma vez mais, arrependimento e declarou que se afastará do conselho por um período de três meses, após o qual voltará na mesma posição», pode ler-se em comunicado.

A polémica estalou na semana passada, quando Clemens Tonnies, falando num fórum em Paderborn, defendeu a construção de centrais elétricas em África, alegando que «os africanos poderiam parar de cortar mais árvores e de fazer crianças quando anoitece».

No comments

Powered by Blogger.